4 erros mais comuns ao escolher um software de RH

Se a sua equipe de RH está apresentando problemas com baixa produtividade, erros recorrentes e elevado volume de demanda, fique atento. Esses podem ser alguns sinais de que está na hora de escolher um software de RH para aperfeiçoar o departamento.

Vale lembrar que essa não é uma escolha fácil, afinal, com tantas opções no mercado os líderes precisam estar atento para alguns pontos principais. É importante lembrar que a tecnologia surgiu para otimizar os processos das organizações de forma estratégica. Por isso, ela precisa ser implantada com planejamento e cautela.

Pensando nisso, nós da Peex Brasil trouxemos para você os 4 erros mais comuns que as empresas comentem ao escolher um software de RH. Não caia nas armadilhas do mercado, invista na melhor solução para a sua equipe.

Leia também: Sistema de gestão de RH: como entender se sua empresa precisa

1. Escolher um sistema genérico

O primeiro erro é escolher um software que não seja específico para os interesses estratégicos da empresa. Quais são as vantagens de adquirir uma tecnologia que não permitirá um desenvolvimento máximo dos gaps identificados?

Sistemas flexíveis a customizáveis favorecem o aproveitamento máximo nos pontos que são mais relevantes para determinado negócio.

2. Não testar as funcionalidades

Ao identificar opções que atendam as necessidades, peça demonstrações dos recursos. Contratar uma solução sem avaliar o funcionamento prático é um grande erro. Teste todos os recursos para avaliar o desempenho de cada software. Verifique a praticidade da utilização e a qualidade das informações fornecidas em relatórios e gráficos.

Questione-se se o que está sendo apresentado realmente ajudará na gestão de pessoas do negócio. Lembre-se que o capital humano é o ativo mais precioso das organizações atualmente, por isso, quanto mais completa for a ferramenta, maior o aproveitamento dos potenciais disponíveis.

3. Pensar apenas no curto prazo

Outro erro é focar apenas em soluções momentâneas, automatizando funções específicas que trarão retornos rápidos. No entanto, os investimentos tecnológicos precisam permitir crescimento sustentável, englobando também os objetivos a longo prazo.

Muitas ferramentas possibilitam o desenvolvimento e amadurecimento do RH como um todo. Isso não melhora apenas o rendimento do departamento, mas também, o aproveitamento estratégico de todo o capital humano, elevando a performance e a lucratividade.

4. Fuja do modismo ao escolher um software de RH

Tenha em mente que cada empresa possui características próprias, envolvendo perfil, modelo de gestão, estratégias, cultura organizacional e muito mais. Logo, o que funciona em um negócio pode não funcionar em outro.

Recomendamos que os gestores de RH compreendam as características da organização onde atuam, desde as estratégias gerais até os comportamentos dos colaboradores. Com isso, o alinhamento entre o software e o negócio será mais eficaz.

Por fim, pesquise sobre a experiência e reputação da empresa. Quem está por trás do software de RH? Qual o know-how  que esses profissionais possuem no mundo corporativo? Quanto mais ampla for a bagagem da companhia e dos seus líderes, maior as chances da solução trazer resultados diferenciados.

Entre em contato com a Peex Brasil para encontrar softwares de RH que se adaptam ao modelo do seu negócio. Queremos te ajudar a alcançar novos resultados.

Outros artigos que você vai querer ler:

5 motivos para investir em um sistema de gestão de pessoas

Qual o momento certo para contratar um sistema de gestão de RH?

Potencialize suas avaliações de desempenho com a matriz 9 Box