Entenda a diferença entre metas e objetivos

Ainda hoje encontramos líderes e colaboradores com dúvidas em relação a diferença entre metas e objetivos. Por isso, queremos saber, você sabe qual é a diferença? Qual é o papel de cada um dentro de um planejamento estratégico?

Todas as empresas e departamentos precisam de um planejamento para atingir objetivos diretamente relacionados a sustentabilidade do negócio. Entretanto, se não houver um entendimento claro sobre os elementos que englobam o processo, os resultados poderão ser impactados negativamente.

Se você quer ver o planejamento de 2019 gerar novos resultados, continue a leitura e comece compreendendo a diferença entre metas e objetivos.

Confira também: Pare de cometer esses 3 erros ao definir metas

O que é objetivo?

O objetivo é o resultado final que se pretende alcançar. Ele representa o destino da trajetória, por isso, acaba sendo algo mais abrangente. Nesse sentido, costuma ser representado pelos sonhos e desejos que almejamos ao longo da vida – uma promoção, uma casa nova, morar em outro país, entre outros.

No contexto empresarial, ele pode ser interpretado como, por exemplo, conquistar clientes internacionais, expandir o negócio, abrir um novo departamento, incluir um novo serviço ou criar um plano de desenvolvimento interno.

Sabendo disso, quais são os propósitos que movem a sua equipe hoje? Eles estão bem definidos? Estão compartilhados com todos os colaboradores?

O que é meta?

A meta é a atividade necessária para viabilizar o objetivo. Ou seja, ela define as ações que  permitirão a chegada ao destino pretendido. Por apresentar uma função crucial no processo de realização, a meta precisa ser específica, apresentando quantidades e prazos.

Quando falamos de equipes corporativas podemos exemplificar as metas da seguinte maneira: conquistar 2 clientes dos EUA até o dia 20 de dezembro de 2018; elencar os pontos de melhoria nas habilidades dos colaboradores de RH até o dia 30 de outubro de 2018; verificar a satisfação das equipes em relação a liderança direta até 5 de outubro de 2018; entre outros.

Nesse momento, vale uma reflexão quanto as metas do seu departamento: elas estão especificadas? Apresentam valores e datas? Elas permitem interpretações indevidas? Uma dica é aplicar metas SMART (Específicas, Mensuráveis, Alcançáveis, Relevantes e
Temporais).

Por que a definição de metas e objetivos tornam as equipes mais rentáveis?

Quando as equipes compreendem o que é e qual a diferença entre metas e objetivos, assim como aonde precisam chegar e quais as atitudes que às levarão até lá, o trabalho se torna assertivo. Por isso é importante ter em mente que as metas e objetivos viabilizam a produtividade alinhada com os interesses do negócio.

Entretanto, se não houver ações e prazos definidos, os colaboradores produzirão por
conta própria aquilo que entenderem como correto e necessário para o momento. Essa
situação aumenta a desmotivação, o engajamento e a lucratividade da empresa como
um todo.

Por isso, os gestores e líderes precisam trabalhar em conjunto, traçando metas e objetivos junto com as equipes, de forma coletiva e individual – conforme cada demanda – para garantir que todos caminhem no mesmo sentido.

Utilize a tecnologia para mensurar a produtividade

Um segredo para atingir as metas e os objetivos traçados é acompanhar a evolução dos mesmos. Além de mensurar a produtividade da equipe e o desempenho de cada colaborador durante determinado período, isso favorece análises e correções preventivas que favorecerão o resultado final.

Quando os líderes apenas definem as metas sem acompanhar a evolução dos processos, há perda de desenvoltura e lucratividade. Empresas estratégicas priorizam o trabalho com indicadores que permitem uma gestão eficaz. Para isso, costumam aproveitar as vantagens trazidas pela tecnologia.

Hoje, empresas de todos os portes já utilizam sistemas de avaliação de desempenho capazes de fornecer dados em tempo real e análises sobre a situação de cada membro da equipe. Com isso, muitos líderes conseguiram otimizar o tempo e a produção, alcançando cada vez mais metas.

Agora que você já entendeu a diferença entre metas e objetivos, que tal analisar a sua empresa. Como são definidas as ações e prazos? Existe um processo de mensuração? Quais são as ferramentas disponíveis para acompanhar as entregas e o desenvolvimento dos colaboradores? Você sabe dizer como cada profissional tem contribuído para os resultados finais?

Entre em contato com a Peex Brasil e descubra como você pode maximizar o aproveitamento do capital humano disponível no negócio. Invista em uma gestão eficaz e usufrua de seus benefícios.

Já se inscreveu em nossa newsletter? É rápido!

Outros conteúdos que você também vai querer ler:

Descubra como ser produtivo

Case de sucesso Starbucks: a importância da liderança