3 dicas para diminuir o turnover e sair do prejuízo
3 dicas para diminuir o turnover e sair do prejuízo

Quanto a sua empresa já perdeu esse ano diante dos elevados custos da rotatividade? Veja 3 dicas para diminuir o turnover. Não deixe a improdutividade e a concorrência ganhar os seus colaboradores.

Diminuir o turnover é um dos maiores desafios dos gestores na atualidade, afinal, quem quer perder os seus melhores colaboradores?

Um dos indicadores mais importantes para as empresas é o turnover – também conhecido como índice de rotatividade. Ele funciona como um termômetro da saúde empresarial, tomando como base a quantidade de colaboradores que saíram e entraram na empresa em um determinado período.

A princípio, pode parecer simples, afinal, os colaboradores são repostos conforme a demanda. Entretanto, a questão vai além, envolvendo desde a qualidade do ambiente de trabalho até a condição financeira do negócio.

Vamos começar com um exercício simplório: coloque no papel os custos que a empresa costuma ter ao efetuar o pagamento de uma rescisão média. Some esse valor com o investimento necessário para colocar em andamento um novo processo de recrutamento e seleção. Agora, multiplique esse valor pela quantidade de colaboradores que deixou a sua equipe nos últimos meses.

Essa é apenas uma pequena perspectiva dos impactos financeiros que a alta rotatividade causa nos negócios. Quando levamos em conta o desligamento de talentos, acompanhado da consequente perda de capital intelectual e produtividade, os prejuízos aumentam. Isso sem contar os impactos emocionais ou de confiança que são gerados nas equipes envolvidas.

Pensando nisso, preparamos as 3 dicas abaixo para você diminuir a rotatividade e impulsionar a performance da sua equipe.

1. Conte com a tecnologia

Em um mundo cada vez mais tecnológico, ignorar as vantagens trazidas por sistemas pode ser um grande erro. Hoje, o departamento de RH já pode contar com o suporte de sistemas de gestão de pessoas que auxiliam na automatização de processos cruciais para diminuir o turnover.

Ou seja, os líderes não precisam mais perder tempo ou recurso com atividades manuais. Pelo contrário, a equipe de RH terá tempo para iniciar atividades relacionadas a análises e mensurações que permitirão o amadurecimento de inúmeras estratégias. Ficou mais fácil desenvolver ações assertivas, centradas no ponto fraco da organização.

Como exemplo de atividades que podem ser impulsionadas com os sistemas de RH estão:

Baseado nos 4 itens acima, você poderá iniciar um planejamento estratégico voltado para diminuir o turnover. Afinal, terá processos de recrutamento e seleção mais seguros, conseguirá desenvolver plano de carreira estruturado, acompanhará a qualidade e os resultados dos treinamentos aplicados, além de controlar a movimentação dos cargos e salários.

Vale lembrar que muitos funcionários acabam deixando as organizações por insatisfação em algum desses itens apresentados. Todos estão atrás de oportunidades concretas de crescimento e reconhecimento.

2. Implemente avaliações de desempenho e feedbacks

Uma vez que todos os profissionais buscam crescimento, um dos pontos chave para garantir a baixa rotatividade é a avaliação de desempenho em conjunto com feedbacks. Vale reforçar que para os efeitos serem positivos, eles precisam ser bem estruturados, recorrentes e alinhados com as estratégias da organização.

Os negócios que ainda não implementaram essas práticas, correm o risco de perder para o mercado todos os colaboradores interessados no aperfeiçoamento. Além disso, as equipes podem ficar desmotivadas ou estagnadas, diminuindo os indicadores de produtividade e satisfação.

Hoje, a maioria das empresas estão optando pela contratação de sistemas de RH que possuem essas funcionalidades. Dessa forma, os líderes possuem maior acesso às informações necessárias para o desenvolvimento de cada colaborador. Os sistemas também permitem um acompanhamento evolutivo, indicando quais os profissionais com maior potencial dentro das equipes.

Confira o modelo de avaliação de desempenho da peex brasil.

3. Repense modelos antigos

Por fim, vale a pena repensar sobre as vantagens trazidas pelos antigos modelos de gestão de pessoas. Com a entrada de novas gerações no mercado de trabalho, as empresas precisam inovar para reter bons funcionários.

Os interesses dos profissionais mudaram com o tempo e mais do que nunca, os colaboradores valorizam a qualidade de vida e a flexibilidade nos modelos de trabalho. Por isso, é válido avaliar quais são as tendências do mercado e como elas podem ser aplicadas dentro da cultura organizacional do seu negócio.

Agora que você já sabe algumas dicas para diminuir o turnover, que tal entrar em contato com os especialistas da Peex Brasil? Descubra como os nossos sistemas de RH podem impulsionar os resultados da sua equipe.